Alunos do ICC desenvolvem projeto de mão robótica para pessoas amputadas

O projeto “Ninho de Inovação” traz para dentro do ICC ideias inovadoras e a agilidade de jovens oriundos do Ensino Médio Técnico do Estado


Foto: Divulgação.

Equipe Focus
Focus@focus.jor.br

Dois alunos do projeto “Ninho de Inovação”, iniciativa do ICC BioLabs, criaram o protótipo de uma mão robótica voltada para pessoas amputadas. A mão foi criada pelo jovem Gilmar Duarte, aluno superdotado que buscou inserir sensibilidade em seu projeto. Por sua vez, Jonas Oliveira ficou responsável pela parte de modelagem.

O projeto “Ninho de Inovação” traz para dentro do ICC ideias inovadoras e a agilidade de jovens oriundos do Ensino Médio Técnico do Estado, que foram selecionados a partir de habilidades em tecnologia, design e gestão. O programa finalizou a primeira turma na última semana com a formação de 16 alunos.

Este grupo desenvolveu projetos de comunicação interna do instituto, além da dupla que desenvolveu o protótipo. Vale destacar também o trio formado pelos estudantes Carlos Eduardo, Caio Vinícius e Guilherme de Queiroz, que trabalham no Biolabs em parceria com startups aceleradas pelo HUB.

Marina Lecas, Gerente do ICC BioLabs, conta que o projeto oferece grandes benefícios. “Foi uma experiência única e que propiciou uma visão de gestão e criatividade para esses alunos que estão finalizando o ensino médio”. O projeto durou 4 meses, onde os alunos desenvolveram iniciativas inovadoras. Novas turmas deverão abrir em 2020.