Zema fará processo seletivo para escolher secretários em Minas

A expectativa é que o número de secretarias caia de 21 para nove


Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), vai escolher os secretários de seu governo por meio de processo seletivo. É o que foi decidido em reunião realizada na última segunda-feira, 30, no diretório nacional do partido Novo em Belo Horizonte com a presença do presidente da sigla, Moisés Jardim, e do ex-candidato à presidência João Amoedo.

Devem fazer parte do processo de seleção uma empresa de recursos humanos e membros do Novo. Os primeiros nomes devem ser anunciados já nesta terça-feira, 30.

E expectativa é de que o número de pastas no estado passe de 21 para nove, com a junção das secretarias da Administração Prisional com a da Segurança e do Meio Ambiente com a da Agricultura, por exemplo.

As eleições de 2018 foram as primeiras nas quais o Novo concorreu. Antes, o partido realizou processo seletivo interno para os filiados que desejavam concorrer aos cargos eletivos.

O empresário Romeu Zema foi eleito no último domingo governador de Minas Gerais em segundo turno, com 71,80% dos votos, o maior percentual no segundo turno. Este foi o primeiro processo eleitoral do qual participou como candidato.