Zambelli sugere PEC para cortar 25% dos salários de membros do Executivo, Legislativo e Judiciário

A ideia é que o corte incida para quem recebe acima de R$ 15 mil mensais. A redução duraria três meses, no entanto, pode ser mantido por conta da pandemia da COVID-19


Carla Zambelli. Foto: Pedro Valadares/Agência Câmara.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A deputada federal Carla Zambelli, da base aliada do presidente Jair Bolsonaro, iniciou o recolhimento de assinaturas para protocolar uma PEC que reduz em 25% o salário de parlamentares, servidores e membros do Executivo, Legislativo e Judiciário.

A ideia é que o corte incida para quem recebe acima de R$ 15 mil mensais. A redução duraria três meses, no entanto, pode ser mantido por conta da pandemia da COVID-19.

O montante arrecadado deverá ser destinado ao combate ao novo coronavírus no País. Mas para que a PEC avance na Câmara, é necessário o apoio de 171 parlamentares – cerca de 1/3 do total.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, chegou a admitir que senadores e deputados estão abertos para um eventual plano de redução salarial.