Weintraub declara que concursos públicos selecionam pessoas com “viés de esquerda”

O ministro apontou também que o início da suposta doutrinação ideológica nos concursos tenha ocorrido no governo de FHC (1995 a 2002)


abraham-weintraub
Abraham Weintraub é ministro da Educação. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Em vídeo publicado no perfil de Bolsonaro, no último domingo, 12, o ministro Abraham Weintraub afirmou que os concursos públicos selecionam pessoas com “viés de esquerda”. “Entre na internet e veja como foi o último concurso público da Abin. Se você ver, é um concurso que [não] tem praticamente nada de matemática e está lá falando de governo estadunidense. Então você, na seleção, já seleciona pessoas com viés de esquerda nos concursos, como é o Enem”, disse o titular do MEC.

O ministro apontou também que o início da suposta doutrinação ideológica nos concursos tenha ocorrido no governo de FHC (1995 a 2002): “A gente não tá falando de dezesseis anos de PT, a gente tá falando de mais de um quarto de século. De continuamente uma doutrinação que começa de uma forma suave e gradualmente você vai começando a achar o errado normal. E de repente você tem que achar o errado bonito. É disso que a gente está falando”. As informações são do site Renova Mídia.

Veja vídeo:

– Doutrinação e mentiras até nos concursos.- Caso fosse perguntado numa prova: após a saída de João Goulart, em 1964, quem assumiu a presidência da república? Qual sua resposta?

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Sunday, January 12, 2020