Venezuela rebate ministro do Meio Ambiente sobre óleo que afeta praias do Nordeste

Estatal petroleira PDVSA emitiu nota ressaltando que as declarações de Salles são "infundadas" e "tendenciosas"


Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Foto: Secretaria de meio ambiente São Paulo/Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O governo venezuelano criticou as afirmações do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sobre o óleo encontrado nas praias do Ceará e do Nordeste. Salles havia informado que combustível fóssil encontrado no Brasil foi extraído do país vizinho.

A estatal petroleira PDVSA emitiu nota ressaltando que as declarações de Salles são “infundadas” e “tendenciosas”. “Não há evidências de vazamento de petróleo cru nos campos petroleiros da Venezuela que pudessem ter gerado danos ao ecossistema marinho do país vizinho (Brasil)”, ressaltou a empresa. As informações são do portal Terra.

Na sequência, a PDVSA também informou que não recebeu nenhum aviso de clientes ou filiais sobre uma possível avaria ou derrame à costa brasileira, “cuja distância com nossas instalações petroleiras é de aproximadamente 6.650 km, pelo mar”.