Trabalhadores aguardam liberação do FGTS; formato seguem em discussão

Há informações de que o Governo irá propor uma nova rodada de saques no valor de R$ 1.000 por conta


FGTS
Aplicativo do FGTS. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Enquanto o Governo se prepara para fazer a liberação dos R$ 600 emergenciais, trabalhadores aguardam a possibilidade de terem acesso aos recursos do FGTS com base no estado de calamidade gerado pela pandemia da COVID-19.

No Senado há um projeto de autoria do senador Major Olímpio que visa liberar o dinheiro das contas ativas e inativas. O texto, além dos valores dos saques, estão sendo discutidos com a equipe econômica do Governo.

Já o PT ajuizou ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal a fim de garantir o levantamento dos recursos do fundo. A legenda não apresentou a formatação dos saques.

Ainda há informações de que o Governo irá propor uma nova rodada de saques no valor de R$ 1.000 por conta. A intenção é evitar o comprometimento do FGTS – usado para financiar obras habitacionais e saneamento básico (com o dinheiro do trabalhador). O curador do Conselho do FGTS, Julio Cesar Costa, no entanto, ressaltou que os novos saques propostos pelo Governo alcançam R$ 6,1 mil por conta. A ideia é fazer o saque nos mesmos moldes do saque que está em vigor.