TJ Ceará avança no ranking de produtividade do CNJ em 2020

É o segundo ano consecutivo que o Poder Judiciário do Ceará sobe posições no ranking do Conselho Nacional de Justiça.


Imagem: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) terminou o ano de 2020 ocupando o 9º lugar na produção de sentenças e acórdãos, entre todos os tribunais estaduais do país. O levantamento é do Conselho Nacional de Justiça (CNJ),  que acompanhou semanalmente os resultados dos tribunais brasileiros durante o período de pandemia da  Covid-19.

A Corte cearense produziu 367.428 sentenças e acórdãos entre os dias 16 de março e 17 de dezembro. Já em relação aos despachos processuais o TJCE ficou na oitava colocação com a marca  de 1.247.377. No mesmo período, também foram proferidas 454.099 decisões e realizadas 12.235.083 movimentações.

Segundo o TJCE, se for considerado somente os tribunais de médio porte, o Judiciário do Ceará ocupa a 4ª colocação entre os 10 da categoria.

É o segundo ano consecutivo que o Poder Judiciário cearense avança posições no ranking do CNJ. Nos últimos três anos, o TJCE saiu da 27ª (último lugar) para a 18ª colocação entre todos os tribunais estaduais.

Esse índice é referente ao total de processos baixados (que tiveram desfecho final e saíram dos sistemas) e não apenas julgados. É calculado a partir da quantidade de baixas dividida pelo número de magistrados.

A divulgação é feita pelo painel analítico do CNJ. Veja aqui.

*Com informação do TJCE