The New York Times: aposentadoria aos 55 anos. No Brasil tem disso sim

"Em quase todo o mundo, trabalhadores têm dificuldade até em imaginar o que é aposentar-se aos 55 anos"


 

Por Fábio Campos
fabiocampos@focus.jor.br

Deu no The New York Times: “Aposentar-se às 55? No Brasil, é a norma. Mas os bons tempos vão durar?” A reportagem assinada pela jornalista Shasta Darlington, na versão impressa do jornal mais influente dos EUA, trata de algo genuinamente brasileiro: a aposentadoria precoce que corrói o sistema previdenciário e a economia do País. Vejam trechos da reportagem.

“Em quase todo o mundo, trabalhadores têm dificuldade até em imaginar o que é aposentar-se aos 55 anos e continuar ganhando 70% do último salário até o fim da vida. No Brasil, porém, essa tem sido a norma há décadas, o que ajuda a explicar o grande número de cabeças grisalhas que corriam na Praia de Copacabana às 11 horas de um dia de semana recente”.

“Analistas e políticos de todas as tendências há muito admitem que esse modelo de aposentadoria, além de insustentável, é um dos principais fatores dos incessantes problemas econômicos do país. O sistema também responde por um terço dos gastos governamentais brasileiros e contribuiu para o déficit orçamentário recorde de 2016”.

“No Brasil, os homens se aposentam em média aos 56 anos e as mulheres aos 53, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que concluiu que o sistema é insustentável”.