Telha solar: até 20% mais barata que o sistema tradicional e economia de R$ 300

Para quem está ansioso em comprar, a boa notícia é que o projeto chega ao mercado no primeiro semestre de 2021


Telha solar da Ethernit. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Aguardada pelo público comercial e residencial, a telha solar da Eternit já apresentou bons resultados em um projeto-piloto executado em São Paulo, no município de São Bento do Sapucaí.

De acordo com a empresa, foram instaladas em uma casa 400 telhas com a tecnologia – a cobertura total era de 1.000 telhas.

O resultado foi uma economia de R$ 300 mensais na bandeira vermelha. Ao todo, foram produzidos 400 quilowatt-hora (kWh).

Para quem está ansioso em comprar, a boa notícia é que o projeto chega ao mercado no primeiro semestre de 2021. No entanto, ainda não se sabe o custo da unidade, mas a estimativa é que o produto seja entre 10% e 20% mais em conta que os painéis solares tradicionais. As células do sistema da telha vêm da China.

Sobre o uso, as telhas solares produzirão energia durante o dia, depositando o excedente na rede. À noite, no entanto, período que não há captação de energia, o consumo será por meio da rede elétrica.