Tasso: Brasil vive momento de radicalismo

"Todos nós devemos trabalhar para que esse país volte a ser tolerante à opinião e aos poderes", ressaltou o senador durante  o 3º Ato do Direitos Já! - Fórum pela Democracia


Senador Tasso Jereissati. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O senador Tasso Jereissati afirmou que o Brasil atravesse um momento de radicalismo encabeçado por alguns movimentos de esquerda e direita.

“Os valores da democracia são valores que nós temos que cuidar no dia a dia, na divisão de poderes, no direito de expressão e do respeito ao contraditório. Esse respeito ao contraditório exige tolerância. O radicalismo não tem tolerância. Vivemos um momento de radicalismo, seja de direita ou de esquerda”, destacou o senador durante  o 3º Ato do Direitos Já! – Fórum pela Democracia, no sábado (27).

“A história nos mostrou que em vários países do mundo, quando o radicalismo se sobrepõe ao pragmatismo, ao bom-senso, ao equilíbrio, a democracia pode estar em jogo. Todos nós devemos trabalhar para que esse país volte a ser tolerante à opinião e aos poderes”, ressaltou.

No dia de ontem, 29, manifestantes pró-Governo se aglomeraram em frente ao QG do Exército em Brasília. Depois, rumaram para o Palácio do Planalto. Eles pediam intervenção militar, além de impeachment de ministros do STF.

Em São Paulo, o movimento esvaziado contava com palavras de apoio a Bolsonaro e até impeachment do governador João Doria. Também foram registradas manifestações em outras cidades do País.