STF só retoma na quarta-feira, 23, julgamento sobre prisão após condenação em 2ª instância

Na sessão desta quinta-feira, o ministro Marco Aurélio fez a leitura do relatório. Em seguida, foram feitas as sustentações orais dos autores e dos representantes dos amici curiae


O julgamento teve início com a leitura do relatório, pelo ministro Marco Aurèlio. Foto: STF

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O STF iniciou nesta quinta-feira, 17, o julgamento de mérito das Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADC) 43, 44 e 54, que trata da prisão provisória para cumprimento de pena após decisão em segunda instância. Na sessão desta quinta-feira, o ministro Marco Aurélio fez a leitura do relatório. Em seguida, foram ouvidos os advogados dos autores das ADCs e os representantes das entidades admitidas pelo relator para manifestar seus pontos de vista no julgamento, em razão de seu interesse na questão jurídica em discussão (amici curiae).

O julgamento será retomado na próxima quarta-feira, 23, a partir das 9h30, com as manifestações da Procuradoria-Geral da República e da Advocacia-Geral da União e, em seguida, com os votos dos ministros.

 

Leia a íntegra do relatório do ministro Marco Aurélio.