STF recebe pedido de afastamento de Guedes do Ministério da Economia

A petição é do deputado fluminense Paulo Ramos (PDT). Segundo ele, Guedes se mantém como administrador ou sócio de uma "“vasta rede composta por bancos, fundos de investimento e outras entidades atuantes nos mercados financeiro, de investimentos e de capitais”


Ministro da economia, Paulo Guedes (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu um pedido de afastamento do ministro da Economia, Paulo Guedes, por suposto interesse de conflito entre suas atividades no âmbito empresarial e seu cargo no Governo Bolsonaro.

De acordo com o Valor, a petição é do deputado fluminense Paulo Ramos (PDT). Segundo ele, Guedes se mantém como administrador ou sócio de uma ““vasta rede composta por bancos, fundos de investimento e outras entidades atuantes nos mercados financeiro, de investimentos e de capitais”.

O pedetista também declarou que Guedes é um infiltrado na máquina pública, com amplos poderes sobre a economia e estaria contemplando interesse de grupos financeiros que o ajudaram em sua trajetória como profissional.

A intenção é que o ministro da Economia seja afastado até que as autoridades esclareçam as suspeitas. A petição, apesar de protocolada, não foi distribuída a um ministro relator do STF.