STF nega acesso à PGR aos dados da Lava Jato no Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo

No entanto, de acordo com decisão do ministro Edson Fachin, o caso será levado ao plenário da Corte


O Ministro Edson Fachin é o relator da Operação Lava Jato no STF. Foto: Divulgação STF

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, manteve a decisão que negou o acesso da PGR aos bancos de dados da Lava Jato no Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo. No entanto, o caso será levado ao plenário da Corte.

“Mantenho a decisão agravada, diante da pacífica jurisprudência da Corte quanto à não transcendência dos motivos de determinantes e pelos demais fundamentos nela declinados, os quais se mantêm de modo hígido mesmo diante das razões recursais”, destacou Fachin conforme anunciado pelo Antagonista.