Startup cearense Hublocal encerra 2021 com faturamento 336% e abre novo escritório

A empresa espera captar em 2022 entre US$ 10 milhões e US$ 15 milhões


Ambiente da Hublocal. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A cearense HubLocal tem motivos para comemorar em 2021. A empresa registrou faturamento de 336%. De quebra, abriu um novo escritório.

“Nossa expectativa para 2022 é alcançar vôos ainda maiores. Começando pelo processo de internacionalização por toda a América Latina, desenvolvendo produtos que impactarão milhões de micro e pequenas empresas principalmente. A HubLocal quer ser um dos principais players do mercado que ajudam empresas a serem encontradas na internet e a solucionar problemas globais como o deserto de dados e a criação de cidades inteligentes (smart cities)”, explica o fundador e CEO, Felipe Caezar.

O ano de 2022 tem como estratégia o desenvolvimento de novas tecnologias inicialmente gratuitas, com isso, a ideia é aumentar a base de clientes, totalizando 100 mil estabelecimentos atendidos, com foco maior em território nacional. “Nosso foco será no aprimoramento da atual plataforma e no desenvolvimento de novas ferramentas focadas em impactar as micros e pequenas empresas da América Latina, que, segundo dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), representam mais de 99% do mercado”, conta o cofundador e CTO, Rodrigo Coifman.

Contratações 2022 e Escritório

Para atender a alta demanda da empresa, que é considerada um dos melhores lugares para trabalhar e conta com o selo GPTW, além da equipe atual, foram abertas mais de 100 vagas que serão preenchidas em 2022, levando a empresa para 200 pessoas na equipe.

A HubLocal recebeu em 2021 um aporte de investimento bridge (preparação para a Series A) que marcou a entrada da Bossa Nova, um dos principais grupos de investidores do País e contou com a participação de Anjos do Brasil, Eduardo Gouveia (Ex-Cielo), Américo Pereira Filho (Ex-FedEx). Em 2022, a startup planeja outra captação. “Pretendemos captar entre US$ 10 milhões e US$ 15 milhões, visando investimentos em marketing, vendas, desenvolvimento de novos produtos e internacionalização pela América Latina”, finaliza, Caezar.