Senado aprova PL que torna indeterminado prazo de validade das receitas médicas

A medida, que vale para medicamentos sujeitos a prescrição e de uso contínuo, segue para sanção presidencial


Receita médica. Foto: Freepik

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Senado aprovou nesta terça-feira, 7, o projeto de lei que torna indeterminado o prazo de validade de receitas médicas e odontológicas enquanto durar a pandemia do novo coronavírus. A medida, que vale para medicamentos sujeitos a prescrição e de uso contínuo, segue para sanção presidencial.

O texto permite ainda que pacientes em grupos e faixas da população mais suscetíveis e vulneráveis à contaminação pela COVID-19, assim como pessoas com deficiência, poderão indicar, por meio de qualquer forma de declaração, terceiros para a retirada de seus medicamentos, desde que apresentem o receituário médico.

Agência Estado