Rede Cuca lança edital com 150 vagas para o “Programa Futuros”

Das 150 vagas disponíveis, 5% serão destinadas, preferencialmente, a pessoas com deficiência, com idade entre 18 e 35 anos, e 5% serão destinadas a jovens em cumprimento de medida socioeducativa em meio aberto


Cuca José Walter. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A Rede Cuca divulgou nesta quarta-feira, 18, o edital de 2022 do Programa Futuros, que prevê a seleção de 150 jovens com idade entre 18 e 29 anos interessados em atuar em projetos de comunicação, tecnologia, artes, meio ambiente, direitos humanos e esporte. O valor da ajuda de custo mensal é de R$ 400.

A inscrição é gratuita e pode ser feita exclusivamente pela internet, de 18 a 29 de maio, pelo Sistema de Seleção da Juventude, no site Seleção Juventude. O edital completo também está disponível neste endereço.

Das 150 vagas disponíveis, 5% serão destinadas, preferencialmente, a pessoas com deficiência, com idade entre 18 e 35 anos, e 5% serão destinadas a jovens em cumprimento de medida socioeducativa em meio aberto.

Ao se inscreverem, os jovens escolhem de qual projeto da Rede Cuca desejam participar, desde que comprovem experiência na área. Entre eles estão: Agência Experimental de Comunicação (Juv.TV, Juv.Cast, Juv.Lab e Repórter Cuca); Cuca Ambiental; Companhia de Dança da Juventude; Companhia de Teatro da Juventude; Companhia de Música da Juventude; Monitoria em Artes e Cultura; Monitoria em Direitos Humanos, Monitoria em Programação e Meios Digitais e Monitoria em Esportes. As vagas serão distribuídas entre os cinco equipamentos da Rede Cuca (Cuca Mondubim, Pici, Jangurussu, José Walter e Barra).

Os jovens selecionados devem cumprir uma carga horária de 16 horas semanais e dispor de um turno para realizar as atividades, sejam elas presenciais ou virtuais. Os projetos têm duração de 6 a 10 meses. Ao final do programa, os concludentes que cumprirem pelo menos 75% da carga horária receberão um certificado.

Programa Futuros

Lançado em 2021, o Programa Futuros fundamenta-se no método ensino-aprendizagem, propondo interfaces diretas com o mundo do trabalho, compreendendo a criação artística, a produção de conteúdo, a atuação territorial, a prática com tecnologias digitais e as ações sob supervisão docente em suas potências transformadoras das trajetórias de vida das juventudes.

Entre os objetivos do Programa está o aumento da participação dos jovens nas atividades da Rede Cuca e das Políticas Públicas de Juventude em Fortaleza, fortalecendo a mobilização de coletivos, o protagonismo juvenil e o desenvolvimento das capacidades de análise, crítica e inovação dos participantes.