Presidente da OABCE nega que entidade tenha se omitido sobre crise na segurança

Em entrevista ao Focus.Jor, Mota afirma que a Ordem tem promovido uma série de discussões sobre o tema segurança pública.


 

O  presidente da OABCE, Marcelo Mota, nega que a instituição tenha fica omissa ou tenha sido preterida na discussão sobre a crise de segurança pública. Em entrevista ao Focus.Jor, Mota afirma que a Ordem tem promovido uma série de discussões sobre o tema segurança pública e que ele, pessoalmente, tem se manifestado sobre o assunto. O presidente cita o caso da criação do fórum de combate a violência, no ano passado. Mota ressalta ainda que uma reunião na próxima quarta-feira, 31, irá definir a posição da entidade.

O secretário adjunto da entidade, advogado Fábio Timbó, criticou a ausência da OABCE na discussão sobre a crise de segurança pública e disse que falta protagonismo na entidade.