Prefeito e vice-prefeito de Juazeiro do Norte têm mandatos cassados pela Justiça Eleitoral

Com a decisão, o prefeito Glêdson Bezerra e o vice, Giovanni Gondim, ficam inelegíveis por oito anos.


Glêdson Bezerra. Foto

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A Justiça Eleitoral impugnou, nesta sexta-feira, 30, os mandatos do prefeito e vice-prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra (Podemos) e Giovanni Gondim (PSD), respectivamente, por abuso de poder econômico.

Com a decisão, ambos ficam inelegíveis por oito anos. Entre os fatos que configurariam abuso de poder está o uso indevido de um helicóptero durante a campanha eleitoral e a derrama de santinhos feitas pela aeronave.

Entre as acusações constam também a compra indevida de combustível e a não prestação de contas de despesas de campanha.

Candidatura indeferida
Em 2020, o pedido de registro de candidatura de Glêdson Bezerra à Prefeitura de Juazeiro do Norte havia sido indeferido pela Justiça Eleitoral. O candidato, no entanto, recorreu da decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) e, por meio do recurso, conseguiu concorrer às eleições.