Prefeito do Rio, Eduardo Paes, vai para o PSD, diz revista

No Ceará, o PSD é controlado pela família do ex-vice-governador, Domingos Filho. O partido tende a crescer e ganhar força em na posição de fiel da balança tanto do Congresso Nacional quanto da disputa presidencial de 2022.


Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Segundo a revista Época, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes vai para o PSD. A decisão foi tomada na semana passada, após conversas com Gilberto Kassab.

De acordo com a publicação, o deputado federal Rodrigo Maia, que chegou perto de ir para o PSDB, também vai para o PSD.

Caso essa migração ocorra, é provável que outros políticos ligados a esse grupo do Rio também filie-se ao PSD que é controlado pelo ex-ministro e ex-prefeito de São Paulo. O PSD é visto como um fiel da balança na correlação de forças tanto no país quanto no Congresso Nacional.

No Ceará, o PSD é controlado pela família do ex-vive-governador, Domingos Filho, cujo filho, Domingos Neto, se tornou um influente deputado federal. A esposa, Patrícia Aguiar, dirige a Prefeitura de Tauá. Mais de uma dezena de prefeitos do Ceará são ligados a Domingos.