Prefeito de Aracati sobre o Carnaval: “Não vai ter festa. De jeito nenhum”

Em Aracati, as proibições vão de 11 a 17 de fevereiro. Além das festas, não são permitidos paredões de som, consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos, além da entrada de excursão em ônibus topiques e vans, tanto na sede como nas praias. Fica apenas autorizado o transporte interurbano


Bismarck Maia. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

*PUBLIEDITORIAL

O prefeito de Aracati, Bismarck Maia, afirmou que o Município segue regras mais rígidas para conter a onda da COVID-19. Nesse sentido, destacou que não haverá Carnaval em Aracati.

Em transmissão ao vivo em suas redes sociais, ele destacou: “Não vai entrar ônibus, topique ou carro. Não vai ter aglomeração”.

Bismarck ainda falou sobre a possibilidade de visitantes buscarem barracas ou alugar casas de praia para curtir a folia. “Aracati tem uma atração natural de turistas. Muita gente pode falar: ‘vamos para lá, pois tenho uma casa. Fazemos nossa festa. Bebemos nas barracas de praia e ouvimos um som’. De jeito nenhum. Vamos tomar todas as medidas cabíveis”, disparou o pedetista.

Em Aracati, as proibições vão de 11 a 17 de fevereiro. Além das festas, não são permitidos paredões de som, consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos, além da entrada de excursão em ônibus topiques e vans, tanto na sede como nas praias. Fica apenas autorizado o transporte interurbano.

Chama atenção a aplicação de multa de R$ 1.000 por pessoa física em caso de desobediência e de R$ 10 mil a R$ 75 mil para ara pessoas jurídicas, além da interdição imediata, por  7 dias, do funcionamento do estabelecimento.