“Não tem razão para não ser assim”, diz Joaquim Levy sobre expectativa de aprovação da reforma da previdência em 2019

Para futuro presidente do BNDES, prioridade é o estabelecimento de idade mínima para aposentadoria


Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O futuro presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) afirmou nesta quinta-feira, 6, que a expectativa do governo Bolsonaro é de que a aprovação da reforma da previdência deve ocorrer no primeiro semestre de 2019. “Não tem razão para não ser assim”, afirmou.

Levy também afirmou a possibilidade de que primeiro seja estabelecida uma idade mínima para aposentadoria, tema que o ex-ministro da Fazenda de Dilma Rousseff considera “fundamental e importante”, para que depois sejam abordadas “outras coisas”.

A ideia é similar à exposta por Jair Bolsonaro esta semana,quando o presidente eleito falou sobre uma reforma “fatiada”.