Ciro diz que há “escândalo” na proposta da Previdência e é acusado de propagar fake news por membro da equipe de Paulo Guedes

O "escândalo": Ciro disse que uma categoria específica de trabalhadores só poderia se aposentar com 74 anos e com 70% do salário.


Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Ciro Gomes (PDT) postou em suas redes sociais o que considera ser um “Escândalo” embutido na proposta de reforma da Previdência. No caso, A resposta veio a jato e partido do secretário Especial Adjunto da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco Leal, que acusou pedetista de propagar fake news sobre a reforma da Previdência.

“Desafio você a mostrar essa categoria ou a pedir desculpas por propagar FakeNews”, disse Bianco em seu post resposta. Até o momento (18 horas de sexta-feira, 15), não veio o contra-ataque de Ciro Gomes.

Veja abaixo o começo da História que pode ganhar novos contorno.

Na sequência, o secretário de Políticas de Previdência Social, Leonardo José Rolim Guimarães, apoiou a manifestação de Bianco: “Não podemos deixar as pessoas serem aterrorizadas por fake news”, afirmou.