Pesquisa Datafolha Fortaleza: Capitão 33%, Luizianne 24% e Sarto 15%

Datafolha mostra cenário diferente da pesquisa que há três dias foi apresentada pelo Ibope.


O trio que disputa as primeiras colocações na corrida pela Prefeitura da Capital do Ceará: é apenas a semana inicial do horário gratuito. Não duvidem se houver troca de posições entre os candidatos nas próximas duas semanas.

Por Fábio Campos
fabiocampos@focus.jor.br

A 1ª pesquisa Datafolha com o retrato do momento da disputa pela Prefeitura de Fortaleza não confirma a tendência apresentada pelo Ibope e apresenta o Capitão Wagner isolado na liderança com 33% das intenções de voto. São nove pontos percentuais à frente de Luizianne Lins (PT), que recebeu 23% das menções, e 18 pontos à frente do terceiro colocado, o pedetista José Sarto, que obteve 15%.

Considerando os limites da margem de erro, que é é de três pontos percentuais para baixo ou para cima, a diferença entre os concorrentes não deixa ninguém em situação de conforto. A briga promete.

A campanha na Capital do Ceará é um rio caudaloso e com correnteza. Entre a nascente e a foz, há muitas pontes a ligar as margens do leito.

Na sequência das intenções de voto medidas pelo Datafolha, seguem os candidatos Heitor Férrer (SD) 5%, Célio Studart (PV) 4% e Renato Roseno (Psol) 4%. Os outros candidatos não pontuaram. 10% dos entrevistados declararam voto branco ou nulo e 4% disseram não saber em quem votarão.

O Datafolha pesquisou 812 eleitores entre os dias 14, 15 e 16. Portanto, entre as pesquisas até aqui realizadas, o instituto paulistano pegou a fase mais madura do início horário eleitoral, que começou na sexta-feira da semana passada, dia 9.

Considere-se ainda que o Ibope (veja aqui) pesquisou entre os dias 08 e 14 de outubro, com margem de erro maior (4 pontos percentuais) e menor universo de pesquisados (602). Anterior à pesquisa do Ibope, foi conhecida a consulta do Paraná Pesquisas (veja aqui), cujo cenário foi mais parecido com o do Datafolha do que o do Ibope, muito embora seja a pesquisa feita antes mesmo do início do horário eleitoral.

As diferenças entre os índices coletados pelo Ibope e pelo Datafolha geram questões usuais nas campanhas. Como pesquisas podem chegar a resultados tão díspares? No Ibope, havia um empate técnico entre o Capitão e Luizianne e entre Luizianne e Sarto.

A pesquisa Datafolha foi uma encomenda do jornal O Povo.

Resultado estimulado
Capitão Wagner (Pros): 33%
Luizianne Lins (PT): 24%
José Sarto (PDT): 15%
Heitor Férrer (Solidariedade): 5%
Renato Roseno (Psol): 4%
Célio Studart (PV): 4%
Anizio (PCdoB): Não pontuou
Samuel Braga (Patriota): Não pontuou
José Loureto (PCO): Não pontuou
Paula Colares (UP): Não pontuou
Heitor Freire (PSL): Não pontuou
Branco/nulo: 10%
Não sabe: 4%

Pesquisa espontânea.

Capitão Wagner (Pros): 20%
Luizianne Lins (PT): 13%
José Sarto (PDT): 9%
Célio Studart (PV): 2%
Heitor Férrer (Solidariedade): 2%
Roberto Cláudio (PDT): 2%
Renato Roseno (Psol): 1%
Outros: 5%
Não vota/não vai votar/vai justificar: 1%
Em branco/nulo/nenhum: 10%Não sabe: 35%

Rejeição dos candidatos

Luizianne Lins (PT): 36%
Capitão Wagner (Pros): 27%
Anizio (PCdoB): 22%
José Sarto (PDT): 21%
José Loureto (PCO): 21%
Paula Colares (UP): 19%
Renato Roseno (Psol): 18%
Heitor Férrer (Solidariedade): 17%
Célio Studart (PV): 17%
Samuel Braga (Patriota): 17%
Heitor Freire (PSL): 17%
Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
Rejeita todos/não votaria em nenhum: 4%

Metodologia Datafolha
A margem de erro máxima prevista para o total da amostra é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. Os intervalos de confiança serão calculados considerando os resultados obtidos para um nível de confiança de 95%. Pesquisa do tipo quantitativo, por amostragem, com aplicação de questionário estruturado e abordagem pessoal em pontos de fluxo populacional.

O conjunto do eleitorado do município de Fortaleza com 16 anos ou mais foi tomado como universo da pesquisa. Os pesquisadores envolvidos na realização desta pesquisa são treinados pelo Instituto e recebem instruções específicas para cada projeto realizado. A coleta será realizada com a utilização de tablet e questionário eletrônico.

São checados, no mínimo, 30% dos questionários de cada pesquisador, seja in loco por supervisores de campo ou, posteriormente, por telefone. Internamente, todo o material é verificado e codificado. Antes do processamento final e emissão dos resultados, realiza-se processo de consistência dos dados.

Veja aqui os bairros pesquisados pelo Datafolha.

 

Fábio Campos

Jornalista graduado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), foi repórter de política e articulista do O Povo, o mais tradicional veículo de jornalismo impresso do Ceará, onde editou a Coluna Política por 14 anos (1996-2010) e a Coluna Fábio Campos por sete anos (2010-2017). Também foi editorialista do mesmo veículo entre 2013 e 2017. Concomitantemente às funções no jornal, editou o Anuário do Ceará por 15 anos, modernizando o conteúdo e o projeto gráfico da prestigiada publicação. Apresentou o programa Jogo Político na TV O Povo por 12 anos, ancorou o programa Contraponto na TV Cidade (Record), foi comentarista de política na TV Jangadeiro (SBT) e na rádio O Povo/CBN. Em agosto de 2017 iniciou a startup Focus.jor.