Pesquisa da UECE aponta que isolamento social tornará economia menos vulnerável

A pesquisa visa mensurar a vulnerabilidade socioeconômica cearense aos efeitos da pandemia do coronavírus


Foto: Reprodução.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A pesquisa “Vulnerabilidade da Economia Cearense ao Covid-19” estima que a vulnerabilidade dinâmica durante a epidemia do coronavírus no Ceará demonstra que o isolamento social torna a economia no estado menos vulnerável.

O levantamento foi realizado pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), por meio do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) e do Laboratório de Gestão Inteligente de Cidades (LAGIC), vinculado aos Laboratórios Associados de Inovação e Sustentabilidade (LAIS).

A pesquisa visa mensurar a vulnerabilidade socioeconômica cearense aos efeitos da pandemia do Covid-19, para servir de base à tomada de decisão dos agentes econômicos do estado.

O trabalho científico realizado pela Uece poderá ajudar aos Governos e às organizações. “A pesquisa pode servir para orientar as políticas econômicas e sociais do Estado, minimizando seus impactos na Economia”, explica Samuel Façanha, pesquisador e docente da universidade.