Pela simulação de 2º turno do Ibope, Sarto é a opção da maioria do eleitorado de Luizianne

O empate técnico entre os dois primeiros colocados na última pesquisa antes da eleição passa a ter uma diferença de 12 pontos a favor de Sarto contra o Capitão na simulação de segundo turno.


A simulação de segundo turno feita pelo Ibope entre José Sarto (PDT) e Capitão Wagner (Pros) sugere que a maior parte dos eleitores de Luizianne Lins (PT) e dos outros concorrentes migra para o candidato do PDT. Se há um empate técnico entre os dois da última pesquisa do primeiro turno, a diferença salta para 12 pontos percentuais a favor do pedetista na simulação da provável disputa da segunda etapa.

A informação mais relevante da simulação de segundo turno é exatamente a que permite entender como, no momento, se dá a flutuação de votos dos eleitores que fizeram opções por candidatos que, por ventura, não conseguirem chegar à próxima etapa. Vejam o resultado do levantamento simulado.

Sarto (PDT) x Capitão Wagner (PROS)
Sarto: 48%
Capitão Wagner: 36%
Branco/Nulo: 12%
Não sabem ou preferem não opinar: 5%

O resultado pro-Sarto fica ainda mais folgado (18 pontos de diferença) se o segundo turno ocorrer entre o pedetista e a petista Luizianne Lins. No entanto, a quantidade de eleitores que afirmam anular ou votar em branco cresce significativamente nesse caso. Vejam:

Sarto (PDT) x Luizianne Lins (PT)
Sarto: 47%
Luizianne Lins: 29%
Branco/Nulo: 17%
Não sabem ou preferem não opinar: 7%

Leia Mais
+ Na véspera da eleição, Datafolha confirma Ibope e projeta Sarto contra Capitão no 2º turno
+ 3ª rodada Ibope Fortaleza em votos válidos: Sarto 32%, Capitão 30% e Luizianne 20%

Fábio Campos

Jornalista graduado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), foi repórter de política e articulista do O Povo, o mais tradicional veículo de jornalismo impresso do Ceará, onde editou a Coluna Política por 14 anos (1996-2010) e a Coluna Fábio Campos por sete anos (2010-2017). Também foi editorialista do mesmo veículo entre 2013 e 2017. Concomitantemente às funções no jornal, editou o Anuário do Ceará por 15 anos, modernizando o conteúdo e o projeto gráfico da prestigiada publicação. Apresentou o programa Jogo Político na TV O Povo por 12 anos, ancorou o programa Contraponto na TV Cidade (Record), foi comentarista de política na TV Jangadeiro (SBT) e na rádio O Povo/CBN. Em agosto de 2017 iniciou a startup Focus.jor.