Pedreiros, operários da indústria e portuários também são prioridade na vacinação, decide Ministério da Saúde

Também entram no grupo prioritário profissionais do setor aéreo, aquaviário e portuário


Trabalhadora da construção civil. Foto: Freepik

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Ministério da Saúde incluiu trabalhadores da construção civil e da indústria nos grupos prioritários para a vacinação contra a COVID-19. Ao todo, de acordo com a pasta, trata-se de um contingente de quase 6 milhões de pessoas.

Também entram no grupo prioritário profissionais do setor aéreo, aquaviário e portuário.

No entanto, não foi divulgado o cronograma para a imunização dos trabalhadores.

“Os cronogramas de distribuição das doses com os grupos prioritários correspondentes serão divulgados por meio de informes técnicos”, declarou em nota o Ministério da Saúde.