OMS: efeitos do coronavírus serão sentidos por décadas

No Brasil são 2,6 milhões de casos confirmados, 1,8 milhões de recuperados e 92 mil óbitos


Diretor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus. Foto: Reuters/Denis Balibouse.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Os efeitos da COVID-19 serão sentidos nas próximas décadas, de acordo com o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom.

“Essa pandemia é uma crise de saúde que só se vive uma vez por século e seus efeitos serão sentidos por décadas”, destacou durante a reunião do Comitê de Emergência da entidade.

Ao todo o coronavírus já vitimou 679 mil pessoas no mundo e infectou 17,5 milhões. No Brasil são 2,6 milhões de casos confirmados, 1,8 milhões de recuperados e 92 mil óbitos.