O singular movimento de Izolda em confronto a Ciro

A governadora tem a força de quem carrega o DNA da mais reluzente política pública do grupo político que tem Ciro como, até então, inconteste líder. No caso, a política de educação.


Ciro e Izolda: a governadora fez um movimento em contraponto ao líder. Fato raro no grupo pedetista.

Além dos ataques de Ciro Gomes ao PT, fato que foi entendido por muitos como uma ação para implodir a aliança PDT-PT e viabilizar RC, outro ponto chamou a atenção: a rapidez como a governador Izolda Cela foi às redes sociais, logo após as declarações de Ciro, dar o recado a favor da aliança e dos aliados, inclusive os petistas.

“Gostaria de expressar todo o meu respeito à aliança de partidos que ajuda a governar o Ceará e tem contribuído para os muitos avanços do nosso estado nesses últimos anos. PDT, PT, MDB, PSD e tantos outros que integram nosso Governo têm sido fundamentais em todo esse processo”, disse Izolda.

A leitura é que a governadora se movimentou em sintonia com Camilo Santana, que é do PT e um notório defensor da candidatura de Izolda. Atentem que Izolda citou também o MDB, partido que é comandado no Ceará por um corriqueiro alvo de Ciro, o ex-senador Eunício Oliveira, que mantém sólida relação política com Camilo.

Certamente, Ciro não esperava por isso. Izolda é de Sobral. Ascendeu pelas mãos de Cid Gomes. Carrega em sua trajetória o DNA da mais reluzente política pública do grupo político que tem Ciro como, até então, inconteste líder. No caso, a política de educação que compõe 10 dos 10 discursos de Ciro País afora.

Fábio Campos

Jornalista graduado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), foi repórter de política e articulista do O Povo, o mais tradicional veículo de jornalismo impresso do Ceará, onde editou a Coluna Política por 14 anos (1996-2010) e a Coluna Fábio Campos por sete anos (2010-2017). Também foi editorialista do mesmo veículo entre 2013 e 2017. Concomitantemente às funções no jornal, editou o Anuário do Ceará por 15 anos, modernizando o conteúdo e o projeto gráfico da prestigiada publicação. Apresentou o programa Jogo Político na TV O Povo por 12 anos, ancorou o programa Contraponto na TV Cidade (Record), foi comentarista de política na TV Jangadeiro (SBT) e na rádio O Povo/CBN. Em agosto de 2017 iniciou a startup Focus.jor.