Nova termoelétrica a gás no Pecém vai gerar mais de 3 mil empregos

O total de vagas é referente a construção do equipamento, mas serão ofertadas 800 vagas de empregos indiretos durante do funcionamento da usina


Foto: Reprodução/TWITTER

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O governador Camilo Santana se reuniu nesta sexta-feira, 14, com os representantes do consórcio Portocem, formado pelas empresas Ceiba Energy e Ponte Nova Energia.

A empresa venceu o último leilão para implantação de usina termelétrica a gás natural na Zona de Processamento de Exportação (ZPE), no Pecém.

Durante transmissão ao vivo nas redes sociais, Camilo afirmou que o projeto será o segundo maior investimento privado da história do Ceará. “A unidade vai gerar 1.6GW de energia limpa e a própria Ceiba vai fornecer todo o abastecimento de gás para a Cegás.”

Camilo ainda afirma que o investimento vai gerar mais de três mil empregos na construção e mais de 800 empregos diretos e indiretos durante o funcionamento da termoelétrica.

Serão investidos aproximadamente R$ 4,2 bilhões, e o projeto conta com previsão de início de operação em julho de 2026.

O empreendimento tem potência de geração de 2.189,6 MW. No entanto, a UTE é dividas nos módulos I, II e III. Na primeira, são 1,047 MW. Os eixos II e III possuem respectivamente 571,3 MW de capacidade de geração.

O consórcio

O consórcio Portocem é liderado pela Ceiba Energy e projetado pela Ponte Nova Energia – sendo ambas empresas integradas nas áreas de energia, infraestrutura e gestão de negócios. A Ceiba Energy possui, desenvolve e opera ativos de geração de energia na América Latina.