Nos grupos de WhatsApp, advogados questionam caso do mestrado anunciado pela OAB-ESA

O convênio com a UECE foi firmado no dia primeiro passado. Contudo, o prazo para inscrição se esgotava no dia 28 de agosto, o que impossibilitou a participação de membros da categoria interessados em um mestrado que extrapola a área de atuação do direito.


Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Os grupos de WhatsApp dos advogados fervilham por causa de “trapalhadas” em série na entidade que representa a categoria. Na última, a OAB-ESA Ceará anunciou a assinatura de convênio com a UECE, datado de 01 de setembro, para oferta de 10 vagas para advogados em um mestrado da instituição de ensino superior. Nada demais se o prazo de inscrição já não estivesse vencido antes do anúncio.

Curioso também é o tema do curso: Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Públicas. Portanto, uma área completamente apartada do meio jurídico e também fora das suas finalidades. De uma fonte do Focus: “A história ainda ganhou contornos mais polêmicos quando a classe percebeu que o edital, objeto do anunciado convênio, tinha encerrado o prazo para inscrição, antes mesmo da assinatura da parceria. Erro ou premeditação?”.

O convênio com a UECE foi firmado no dia primeiro passado (01 de setembro). Contudo, o prazo para inscrição esgotara-se no dia 28 de agosto, o que impossibilitou a inscrição de membros da categoria interessados em um mestrado que extrapola a área de atuação do direito.

O referido convênio foi assinado pelo presidente da ESA Ceará, o advogado Eduardo Pragmácio (imagem).

Atualização às 18 horas:

Em nota, a ESA-CE fez a seguinte declaração:

A Escola Superior de Advocacia do Ceará (ESA-CE), por meio do presidente Eduardo Pragmácio Filho, informa que o edital do Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Públicas da UECE, lançado no dia 20/8, já sinalizava a disponibilidade de 10 das 35 vagas do curso para a advocacia cearense. O benefício é fruto dos esforços da ESA-CE, mais diretamente do Diretor para a Jovem Advocacia, Átila Gomes, egresso do curso, e marca uma aproximação da Escola com a Universidade. As inscrições foram divulgadas nos canais oficiais da ESA-CE no dia 22/8, e a cerimônia da assinatura do Convênio foi uma formalidade realizada pelas instituições no dia 1/9, de acordo com a disponibilidade dos representantes de ambas. O curso rende para os estudiosos do direito a possibilidade de uma nova vertente de trabalho e um maior alcance às soluções dos temas práticos, através da avaliação das políticas públicas.