No Banco da Amazônia, ONG petista controlou microcédito por 14 anos

Foi o mesmo formato mantido no Nordeste através do contrato do BNB com o Inec, que o mercado aponta como um sofisticado modelo de aparelhamento.


Modelo BNB/Inec foi reproduzido com o contrato Basa/Amazoncred.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A relação o BNB com a ONG Inec, que durou 18 anos e vem sendo considerada pelo mercado como o mais sofisticado modelo de aparelhamento político já visto no País, foi reproduzido também pelo Banco da Amazônia. Lá, a ONG se chama Amazoncred, que manteve contrado com o BASA por 14 anos.

Veja avaixo texto publicado pelo jornalista Alberto Bombig, da Coluna do Estadão

“Depois de descobrir que uma ONG petista geria para o BNB o Crediamigo, maior programa de microcrédito da América Latina, o Planalto resolveu passar um pente-fino nos bancos federais para checar se há mais casos como esse.

Achou no Basa, o Banco da Amazônia. Também lá o programa de microcrédito, o Amazônia Florescer Rural, é administrado por uma ONG vinculada ao PT, a Amazoncred.

O presidente do Basa, Valdecir Tose, se antecipou ao Planalto. Está em curso uma licitação para substituir a Amazoncred”.