Na TV, Bolsonaro sugere que terá mais governabilidade com Congresso eleito

"O povo brasileiro deu o recado e elegeu a maioria de deputados e senadores que apoiam o presidente Bolsonaro. Por isso, pense bem! Se você quer um governo de paz e harmonia para o Brasil, precisamos de um presidente que trabalhe junto com os representantes que você escolheu", diz a narradora da peça publicitária


Bolsonaro no debate. Foto: Divulgação/SBT

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Em uma das primeiras inserções na TV no segundo turno das eleições, o presidente Jair Bolsonaro (PL) exalta sua base de apoio no Congresso e sugere que terá mais governabilidade que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se for reeleito. O chefe do Executivo também pede que seus eleitores virem votos de colegas de trabalho, amigos e vizinhos a seu favor.

“O povo brasileiro deu o recado e elegeu a maioria de deputados e senadores que apoiam o presidente Bolsonaro. Por isso, pense bem! Se você quer um governo de paz e harmonia para o Brasil, precisamos de um presidente que trabalhe junto com os representantes que você escolheu”, diz a narradora da peça publicitária.

Bolsonaro, então, afirma que a eleição para a Câmara e o Senado sinalizaram que o Brasil está “no caminho da paz, da ordem e do progresso”. O PL, partido de Bolsonaro, vai ter as maiores bancadas das duas Casas do Congresso a partir do ano que vem.

O presidente conseguiu eleger para o Senado, por exemplo, aliados como Damares Alves (Republicanos-DF), ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos; o vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos-RS); Tereza Cristina (PP-MS), ex-ministra da Agricultura; o deputado estadual Cleitinho (PSC-MG); Jorge Seif (PL-SC), ex-secretário da Pesca; Rogério Marinho (PL-RN), ex-ministro do Desenvolvimento Regional; Marcos Pontes (PL-SP), ex-ministro da Ciência e Tecnologia; e Magno Malta (PL-ES).

Nesta quinta-feira, 6, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), disse que a população elegeu o Congresso para a continuidade do atual governo. Em ato de campanha no Palácio da Alvorada, o deputado, que foi o mais votado de Alagoas nesta eleição, afirmou que o Parlamento brasileiro é de centro-direita, reformador e conservador. Os brasileiros, na visão dele, “deixaram uma mensagem muito forte” nas urnas no primeiro turno.

Em outra inserção na TV, Bolsonaro pede para seus apoiadores virarem votos. “Eu quero primeiramente agradecer aos 51 milhões de brasileiros e brasileiras que acreditaram em mim no último dia 2 de outubro. Mas, agora, temos um segundo momento, o segundo turno, que será dia 30 de outubro. Eu peço a vocês que continuem trabalhando insistentemente, com seu vizinho, com seu amigo, com seu colega de trabalho para mostrar para ele que o Brasil está dando certo”, diz o presidente.

Agência Estado