Na CPI da COVID, Mandetta afirma que suas decisões à frente do ministério foram balizadas pela ciência

Antes de responder às primeiras perguntas do dia, o ex-ministro da Saúde fez um balanço de sua gestão, ressaltando todas as medidas que sua pasta tomou no início da pandemia.


Na CPI da COVID, Mandetta afirma que suas decisões à frente do ministério foram balizadas pela ciência. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta afirmou, nesta terça-feira, 4, que a ciência foi um dos principais critérios usados por ele para a tomada de decisões em relação ao novo coronavírus.

Mandetta prestou depoimento à CPI da COVID-19 no Senado e, antes de responder às primeiras perguntas do dia, feitas pelo relator da comissão, senador Renan Calheiros (MDB-AL), o ex-ministro da Saúde fez um balanço de sua gestão, ressaltando todas as medidas que sua pasta tomou no início da pandemia.

Segundo Mandetta, sob seu comando a pasta foi conduzida sob três pilares: a defesa intransigente da vida, de que nenhuma vida seria desvalorizada; a defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) como meio para agir durante a pandemia e a ciência como elemento de decisão.