Proposta que amplia Secretarias Regionais para 12 será enviada à Câmara ainda no primeiro semestre

Ideia de formatação segue a prerrogativa de "proximidade e identidade" entre os bairros


Foto: Reprodução

Átila Varela
atila@focus.jor.br

A proposta que amplia o número de Secretarias Regionais de sete para 12 será enviada à Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) ainda no primeiro semestre.

O Focus apurou que não haverá contratações de terceirizados ou nomeação de funcionários comissionados. O pessoal que atua nas sete regionais hoje serão divididos e locados em outras unidades.

A proposta da Prefeitura é estabelecer um novo recorte territorial de Fortaleza. A última divisão tem mais de 20 anos e foi realizada no Governo Juraci Magalhães.

A ideia de formatação segue a prerrogativa de “proximidade e identidade” entre os bairros. Com relação aos nomes das regionais (em substituição aos números), haverá uma discussão com organizações sociais e líderes comunitários. Nesse sentido, Fortaleza pode ganhar, por exemplo, a  Regional Grande Montese, Regional Barra do Ceará.

O Focus entrou em contato com o Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor)  para tratar da divisão territorial. No entanto, o órgão apenas informou que o modelo faz parte do sistema de governança do Plano Fortaleza 2040 e segue em planejamento.