EUA oferecem “perdão” a militares que reconhecerem Juan Guaidó como presidente da Venezuela

Em seu perfil no Twitter, Bolton afirmou que "o círculo financeiro internacional fechará completamente. Tomem a decisão correta".


Foto: Reprodução Twitter

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Os Estados Unidos querem estimular militares venezuelanos de alta patente a reconhecerem o presidente Juan Guaidó como soberano no país. O assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, ofereceu “perdão” às sanções impostas aos generais e demais militares que romperem com o regime de Nicolás Maduro.

Em seu perfil no Twitter, Bolton afirmou que “o círculo financeiro internacional fechará completamente. Tomem a decisão correta”.