Após críticas sobre a telemedicina, Conselho Federal de Medicina abre prazo de 60 dias para contribuições

Podem participar do processo conselhos regionais de medicina (CRMs) e demais entidades médicas


Foto: Pixabay

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Conselho Federal de Medicina (CFM) abriu prazo de 60 dias para receber contribuições relativas à Resolução nº 2.227/2018, que atualiza critérios para a prática da telemedicina no Brasil.

A diretoria do CFM se reuniu ontem, 6, em Brasília, com os presidentes dos 27 conselhos regionais (CRMs) . Durante o encontro, foram discutidos pontos relativos à publicação da resolução, que tem previsão de entrada em vigor em maio. Podem participar do processo conselhos regionais de medicina (CRMs) e demais entidades médicas.

Ceará e Paraíba
O Sindicato dos Médicos do Ceará e o Sindicato dos Médicos da Paraíba haviam solicitado suspensão da regulamentação.  “As entidades compreendem a importância da aplicação da tecnologia na área da saúde com o intuito de beneficiar a qualidade do atendimento prestado. Contudo, é fundamental que a categoria médica seja ouvida”, destacou os sindicados em nota conjunta publicada no dia último dia 4.