Moro se mostra preocupado com soltura de presos durante surto de coronavírus

Segundo ele, "algumas decisões judiciais" já liberaram criminosos de facções às ruas. O Departamento Penitenciário Nacional calcula que 30 mil presos já foram beneficiados com alvarás de soltura, saindo do regime fechado para a prisão domiciliar.


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, durante entrevista coletiva. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O ministro da Justiça, Sergio Moro, se reuniu com secretários de Segurança dos 26 Estados, além do Distrito Federal, para tratar do impacto da COVID-19 na área.

Moro se mostra preocupado com a soltura de alguns presos durante o surto de coronavírus. Segundo ele, “algumas decisões judiciais” já liberaram criminosos de facções às ruas. O Departamento Penitenciário Nacional calcula que 30 mil presos já foram beneficiados com alvarás de soltura, saindo do regime fechado para a prisão domiciliar.

“Essas medidas não devem ser estendidas para criminosos perigosos, sob o risco de gerar crise para a segurança pública. Não se pode afirmar que isso é generalizado”, ressaltou Moro.