Moro rebate no Twitter as acusações de transgressão da lei na operação Lava Jato

Diz Moro, "lamenta-se a falta de indicação de fonte de pessoa responsável pela invasão criminosa de celulares de procuradores".


Frederico Cortez
cortez@focus.jor.br

O ministro Sérgio Moro usa sua conta do Twitter para divulgar nota sobre a reportagem do site The Intercep_Brasil e fala em provas obtidas por meios ilícitos e que tem “muito barulho por conta da publicação”. Ainda na mensagem, Moro diz que a matéria é sensacionalista e que não há provas. Leia.

“Sobre supostas mensagens que me envolveriam publicadas pelo site Intercept neste domingo, 9 de junho, lamenta-se a falta de indicação de fonte de pessoa responsável pela invasão criminosa de celulares de procuradores. Assim como a postura do site que não entrou em contato antes da publicação, contrariando regra básica do jornalismo.
Quanto ao conteúdo das mensagens que me citam, não se vislumbra qualquer anormalidade ou direcionamento da atuação enquanto magistrado, apesar de terem sido retiradas de contexto e do sensacionalismo das matérias, que ignoram o gigantesco esquema de corrupção revelado pela Operação Lava Jato.”

Leia Mais

+ Moro e Dellagnol são acusados de transgredir a lei na operação Lava Jato, segundo site The Intercept_Brasil
+ Do líder do Novo: “Acuse-os do que você faz, chame-os do que você é”.