Moro admite que pode ter cometido um “descuido formal” na troca de mensagens com Dallagnol

De acordo com o ministro, o teor das conversas divulgadas foram tirados de contexto, mas a Polícia Federal investiga os fatos com autonomia.


Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, admitiu nesta sexta-feira, 14, que pode ter cometido um “descuido formal” ao trocar mensagens com o procurador Deltan Dallagnol e membros da operação Lava Jato.  “Eventualmente, pode ter havido algum descuido formal, mas, enfim, isso não é nenhum ilícito”, afirmou o ministro.

Segundo conversas publicadas pelo site Intercep Brasil, em 7 de dezembro de 2015 , Moro enviou a Dallagnol uma possível pista sobre um dos casos de Lula: “Então. Seguinte. Fonte me informou que a pessoa do contato estaria incomodado por ter sidoa ela solicitada a lavratura de minutas de escrituras para transferências de propriedade de um dos filhos do ex Presidente. Aparentemente a pessoa estaria disposta a prestar a informação. Estou entao repassando. A fonte é seria”.

De acordo com o Ministro, o teor das conversas divulgadas foram tirados de contexto, mas a Polícia Federal investiga os fatos com autonomia.