Ministério das Comunicações lista as seis demissões ministeriais do dia

Há uma relevante diferença entre um ministro que pede demissão e o que é demitido. A nota buscar reforçar então a autoridade do presidente.


Veja acima a equipe com 22 que tomou posse no início do Governo Bolsonaro. Só na Saúde já passaram mais três depois do primeiro.

Por Fábio Campos
fabiocampos@focus.jor.br

Nota assinada pelo Ministério das Comunicações afirma que o presidente Jair Bolsonaro “alterou a titularidade de seis ministérios nesta segunda-feira (29)”. No fim das contas, a nota não fala em pedidos de demissão, mas sim em demissões por ato do chefe maior.

Há uma relevante diferença entre um ministro que pede demissão e o que é demitido. A nota reforça então a autoridade do presidente.

Vejam a nota:

O Presidente Jair Bolsonaro alterou a titularidade de seis ministérios nesta segunda-feira (29). As seguintes nomeações serão publicadas no Diário Oficial, a saber:

Casa Civil da Presidência da República: General Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira;
Ministério da Justiça e Seg. Pública: Delegado da Polícia Federal Anderson Gustavo Torres;
Ministério da Defesa: General Walter Souza Braga Netto;
Ministério das Relações Exteriores: Embaixador Carlos Alberto Franco França;
Secretaria de Governo da Presidência da República: Deputada Federal Flávia Arruda;
Advocacia-Geral da União: André Luiz de Almeida Mendonça.

Secretaria Especial de Comunicação Social
Ministério das Comunicações

Fábio Campos

Jornalista graduado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), foi repórter de política e articulista do O Povo, o mais tradicional veículo de jornalismo impresso do Ceará, onde editou a Coluna Política por 14 anos (1996-2010) e a Coluna Fábio Campos por sete anos (2010-2017). Também foi editorialista do mesmo veículo entre 2013 e 2017. Concomitantemente às funções no jornal, editou o Anuário do Ceará por 15 anos, modernizando o conteúdo e o projeto gráfico da prestigiada publicação. Apresentou o programa Jogo Político na TV O Povo por 12 anos, ancorou o programa Contraponto na TV Cidade (Record), foi comentarista de política na TV Jangadeiro (SBT) e na rádio O Povo/CBN. Em agosto de 2017 iniciou a startup Focus.jor.