Ministério da Economia calcula desligamento de mais de 25 mil funcionários públicos em 2019

Se atingir o previsto, as demissões voluntárias podem gerar uma economia de R$ 2,3 bilhões por ano aos cofres do Governo


Tânia Rêgo/Agência Brasil

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Ministério da Economia prevê desligar mais de 25 mil funcionários em 2019. O secretário de Coordenação e Governança das Estatais (Sest), ligado ao ministro Paulo Guedes, Fernando Soares, afirmou que foram aprovados sete programas de demissão voluntária de aposentadoria incentivada.

Os desligamentos podem gerar uma economia de R$ 2,3 bilhões por ano aos cofres do Governo. “O que posso dizer é que estamos reforçando a estratégia e tem uma orientação clara do Governo no sentido de economicidade e melhor resultados… Estamos reduzindo os quadros”, disse o secretário ao G1.

Uma das mais importantes estatais, a Petrobras,  iniciou seu PDV em abril. A petroleira espera que 4,3 mil empregados participem do programa de demissão. A economia é de aproximadamente R$ 4,3 bilhões entre 2019 e 2023.