Metade das candidaturas terá chapa pura na eleição em Fortaleza

A chapa mais competitiva é a governista, encabeçada pelo médico José Sarto (PDT), tendo na vice o sociólogo Elcio Batista (PSB). Outros sete partidos integram a coligação: Cidadania, PSDB, DEM, Rede Sustentabilidade, PTB, PSD e PP


Que comecem os jogos. Foto: Pixabay

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A sucessão do prefeito Roberto Cláudio será disputada por 10 candidaturas, sendo que metade não conseguiu coligações e sairá com chapa pura, incluindo o PT, de Luizianne Lins, que somente nesta quarta-feira (16) definiu o vice, no caso Vladyson Viana, até então desconhecido no meio político na capital cearense.

A chapa mais competitiva é a governista, encabeçada pelo médico José Sarto (PDT), tendo na vice o sociólogo Elcio Batista (PSB). Outros sete partidos integram a coligação: Cidadania, PSDB, DEM, Rede Sustentabilidade, PTB, PSD e PP.

A chapa de maior oposição, encabeçada pelo deputado federal Capitão Wagner (PROS), com a vice da advogada Kamila Cardoso (Podemos), possui ainda sete outros partidos na coligação: Republicanos, Avante, PSC, PTC, DC, PMB e PMN.

Candidato mais assediado nesta reta final de convenções, o deputado estadual e médico Heitor Férrer (Solidariedade) conseguiu somente um partido em sua coligação. Mas foi nada menos que o MDB, diante da vice de Walter Cavalcante.

As duas outras chapas com coligações são Renato Roseno (PSOL) / Raquel Lima (PCB) e Heitor Freire (PSL) / Cabo Maia (PSL), essa última coligada com o PRTB.

Já as chapas puras, além do PT, são Célio Studart / Galba Viana, ambos do PV; Anizio Melo / Helena Serra Azul, do PCdoB; Samuel Braga / Lene Rodrigues, do Patriotas; e Paula Colares / Serley Leal, da União Popular (UP).