MetaBlock e Prosperus Investimentos firmam parceria para projetos imobiliários de tokenização

A equipe de associados especialistas em construção da Prosperus atende proprietários, financiadores, contratados, seguradoras, consultorias jurídicos


Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A Metablock, primeira empresa cearense a comprar um terreno virtual e possibilitar a negociação de investimentos no ambiente virtual, firmou parceria com a Prosperus Investimentos Participações.

O CEO da Metablock, Fábio Matos, afirma que Prosperus possui uma plataforma de desenvolvimento de projetos imobiliários que conecta imóveis a investidores do mercado.

“Firmamos um acordo com operação comercial para originação de projetos imobiliários de tokenização das cotas de investimentos e também na estruturação de NFT’s para lançamento na rede de internet mundial. Além disso, também estamos levando projetos para serem tokenizados e vamos ser um adviser na distribuição e na comercialização das cotas por meio dos produtos originados pela Metablock”, comenta Marcelo Marinho, CEO da Prosperus Investimentos.

A equipe de associados especialistas em construção da Prosperus atende proprietários, financiadores, contratados, seguradoras, consultorias jurídicos. A empresa melhora a entrega de projetos de construção, customizando processos comprovados e tecnologias de gerenciamento de projetos que auxiliam na colaboração entre as partes interessadas.

A MetaBlock é uma companhia de marketplace de tokens que possui como missão integrar tecnologia e o acesso a investimentos digitais, sendo formada por uma equipe multidisciplinar cearense, com pessoas de larga experiência no mercado de capitais, no direito 4.0 e em desenvolvimento tecnológico.

Os principais investimentos digitais são em renda fixa, startups, contratos de aluguel, recebíveis, times de futebol, obras de arte, e muito mais. Tudo que já existe no mundo real é de possível transformação em ativos para o mundo digital, por meio da blockchain. Com esse novo mercado, surgem as marketplaces de tokens, que é o caso da Metablock. O procedimento é simples: a Metablock avalia o potencial ativo a ser tokenizado, realizando uma análise de viabilidade jurídica e financeira, assim como checagens de compliance.