Marquise ganha concorrência internacional para usina de dessalinização do Governo do Ceará

Serão R$ 3,2 bilhões distribuídos ao longo de 30 anos de contrato


Praia do Futuro. Foto: Ceará Praias

Átila Varela
atila@focus.jor.br

A Marquise ganhou a licitação internacional para construir e explorar a Planta de Dessalinização de Água Marinha na Região Metropolitana de Fortaleza do Governo do Estado. O equipamento ficará na Praia do Futuro.  A disputa foi acirradíssima, mas a companhia cearense venceu a etapa que trata da proposta comercial.

Ao todo, serão R$ 3,2 bilhões distribuídos ao longo de 30 anos de contrato. A companhia integra o consórcio Águas de Fortaleza, junto com as empresas Abengoa Água S/A e PB Construções Ltda.

“É um projeto de grande envergadura. Tanto no sentido do pioneirismo, visto que será a maior do Brasil em extensão e em produção de água, como em relação à questão social – levar abastecimento de água para pessoas é promover saúde e dignidade, ainda mais para essa região que historicamente sofre com constantes secas”, disse Renan Carvalho, diretor da Marquise Infraestrutura.

A planta de dessalinização de água marinha será construída com o objetivo de diversificar a matriz hídrica do estado, de forma que o abastecimento da população não dependa apenas das chuvas. Assim, o macrossistema integrado da Região Metropolitana de Fortaleza contará com incremento de 12% na oferta de água, beneficiando cerca de 720 mil pessoas.

A obra, que tem o valor de R$118 milhões por ano, compreende a construção da usina, sistema de captação de água marinha, emissário e adutora, além da operação e manutenção da planta

O equipamento atenderá dois reservatórios da Cagece contemplando os seguintes bairros: Praia do Futuro, Caça e Pesca, Serviluz, Vicente Pinzon, Dunas, Aldeota, Varjota, Papicu e Cidade 2000.

Análise da proposta

Em nota, a Cagece declarou que o próximo passo será analisar a proposta comercial da Marquise. “A empresa ou consórcio vencedor somente será conhecido após a realização dessas duas etapas”, disse a companhia.