Marca esportiva de três listrinhas não tem exclusividade na Europa

A adidas não comprovou o uso em todo continente europeu


Imagem: Divulgação.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A adidas teve seu pedido de uso exclusivo da marca na Europa negado, pela Corte Geral da União Europeia. No caso, a empresa esportiva teve indeferida sua ampliação sobre o direito exclusivo da marca identificada por “três listras paralelas equidistantes de largura igual”. A Shoe Branding Europ contestou uma decisão de concessão anterior da marca registrada à adidas em 2014, por entender que era proprietária de uma empresa que já usava em seus produtos uma marca com “duas listras”. Com relação à Adidas, o  Escritório Europeu de Propriedade Intelectual (EUIPO) decidiu pelo não reconhecimento exclusivo da marca com “listrinhas”  para a referida empresa esportiva.

De acordo com o Tribunal europeu, a marca da adidas não representa um padrão de identificação única pelo consumidor do segmento esportivo. Segundo o julgador, o símbolo não passa de  “uma marca figurativa corriqueira”. No processo, a empresa esportiva não apresentou provas de uso da marca das “três listrinhas” em todo o bloco europeu, mas tão somente em cinco países.

No Brasil, a Lei 9.272/96 regulamenta o registro de marca empresarial e concessão de patentes sobre criações. O Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) é o órgão responsável pelo procedimento de concessão no País.

Leia Mais
+ O direito autoral no mundo da moda, por Frederico Cortez
O direito autoral, a Current (fintech) e a Calibra (facebook). Por Frederico Cortez
Família Romcy impugna pedido de registro da marca capítulo da História do comércio cearense
+ Famosa marca de cosmético não tem direito exclusivo sobre o nome, decide STJ
+ Depois de 20 anos de briga judicial, marca dos peixinhos agora tem dona
+ Embratur cria marca protegida por direito autoral