Maia Jr: No plano de retomada gradual da economia do Ceará, shoppings requerem maior negociação de protocolos

Previsto para ser finalizado ainda nesta sexta-feira, o plano provavelmente será anunciado no fim de semana pelo Governador Camilo Santana. Por conta da agenda e outros compromissos, a reunião que irá definir os rumos das atividades no Estado foi transferida para amanhã


Maia Júnior
Titular da Sedet, Maia Júnior. Foto: Divulgação

Átila Varela
atila@focus.jor.br

O plano de retomada gradual da economia do Ceará, previsto para ser apresentado até hoje, 22, provavelmente será anunciado no fim de semana pelo Governador Camilo Santana. Por conta da agenda e outros compromissos, a reunião que irá definir os rumos das atividades no Estado foi transferida para amanhã.

“Estamos resolvendo umas últimas áreas que estão mais ‘tensas’, pois elas são menores, mas com reflexos maiores”, destaca o titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Maia Júnior.  Ele declara que há problemas com os shopping centers por conta do ambiente fechado, o que exige uma série de protocolos sanitários e de segurança para os visitantes.

“Há uma distribuição de varejo desde a primeira fase. Os cuidados com as áreas fechadas, que chamamos de varejo fechado, exige um pouco mais de negociação dos protocolos de cumprimento. Estamos observando a distribuição. Tem duas cadeias que provavelmente liberaremos aos poucos a partir da segunda fase, mas ainda não está definida”, declara.

Em transmissão ao vivo na noite de quarta-feira, 20, o governador Camilo Santana havia afirmado que as atividades econômicas voltarão de maneira gradual. Haverá também uma série de fases, em que alguns setores sairão na frente. No entanto, a tendência de estabilização da curva de contágio em Fortaleza, segundo Camilo, será determinante para abertura da economia na Capital cearense, assim como a análise de especialistas sobre a situação do Interior.