Lula se reúne on-line com GT de Saúde e defende ‘investir significativamente’

Além de Lula e do GT de Saúde, formado por ex-ministros da pasta como Humberto Costa, Alexandre Padilha, Arthur Chioro e José Gomes Temporão, o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, marcou presença no encontro virtual


Foto: Reuters/Amanda Perobelli

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu virtualmente na manhã desta quinta, 24, com o grupo de trabalho de Saúde da transição e, na conferência, saiu em defesa de investimentos significativos na área. Lula está em casa, em São Paulo, se recuperando de uma cirurgia feita no último domingo, 20, para retirada de lesão na garganta.

De acordo com a assessoria de imprensa do petista, ele reafirmou que saúde não será vista como gasto, mas como investimento, em seu futuro governo. “Disse que não faltarão recursos para recuperar a área no país, especialmente políticas como o Programa Nacional de Imunização, desestruturado na gestão Bolsonaro”, ressalta a equipe do presidente eleito em nota.

“O presidente eleito ressaltou ainda que, para melhorar a qualidade do SUS, é preciso investir significativamente em inovação e soluções criativas e, de maneira emergencial, resolver gargalos do sistema em favor de um melhor atendimento à população, como a questão da lista de espera para atendimento especializado”, acrescenta a nota.

Além de Lula e do GT de Saúde, formado por ex-ministros da pasta como Humberto Costa, Alexandre Padilha, Arthur Chioro e José Gomes Temporão, o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, marcou presença no encontro virtual.

Agência Estado