Líder do PSL afirma que irá pedir a convocação do Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni,

Delegado Waldir e o deputado Capitão Wagner (PROS) chegaram a dar declarações públicas que ouviram o presidente Jair Bolsonaro afirmar que os cortes na Educação seriam suspensos.


Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O clima dentro do Governo Bolsonaro continua quente. Nesta quarta-feira, 14, o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), garantiu que apresentará requerimento convocando o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, para explique no plenário da Câmara sobre ter dito que deputados queriam levar “alguma vantagem” ao dizerem que o governo suspenderia os cortes na Educação. Delegado Waldir e o deputado Capitão Wagner (PROS) chegaram a dar declarações públicas que ouviram o presidente Jair Bolsonaro afirmar que os cortes na Educação seriam suspensos.

Questionado se isso não prejudicaria o governo, ele disse que “quem tem que pensar nisso é quem causa os problemas”. Waldir também criticou a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP). “Ela também fez uma postagem equivocada e ela tem que pedir desculpa para os parlamentares que estavam lá”, disse.