“Já falei o que vagabundo do MST merece: é tiro mesmo”, dispara André Fernandes

Deputado estadual postou um vídeo em suas redes sociais rechaçando a ideia de que é favorável ao título de Cidadão Cearense ao economista João Pedro Stédile, um dos líderes e fundadores do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST)


Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O deputado André Fernandes, do PSL, postou um vídeo em suas redes sociais rechaçando a ideia de que é favorável ao título de Cidadão Cearense ao economista João Pedro Stédile, um dos líderes e fundadores do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST).

“Sou diariamente relator de vários projetos na Assembleia Legislativa. E chegou até mim esse projeto que visa dar o título de Cidadão ao Stédile, do MST. Entenda uma coisa: por questões políticas, eu não posso mudar a constituição. Sim, eu assinei dizendo que era constitucional. Mas deixei claro, que quando for a plenário, não irei assinar, não votarei favorável e com certeza subirei na tribuna para dizer que não concordo com o título de Cidadão cearense a vagabundo do MST. Eu já falei o que vagabundo do MST merece: é tiro mesmo”, destacou o deputado.

Abaixo, o vídeo do deputado André Fernandes: 

Leia Mais
+A regra é clara: ainda na CCJ, o deputado pode dizer não ao título de cidadania
+ João Pedro Stédile, do MST, receberá título de Cidadão Cearense na Assembleia
+Movimentos assinam manifesto contra cidadania cearense para líder do MST