Ivermectina reduz mortes por COVID-19 em 56%, mostra estudo da Universidade de Oxford

Segundo a pesquisa, a utilização do medicamento possibilita a recuperação clínica favorável do paciente e reduz a hospitalização.


Medicamento Ivermectina. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A ivermectina reduz em 56% a mortalidade em casos moderados e graves da COVID-19, segundo mostrou uma meta-análise
(análise estatística de resultados de diferentes estudos individuais) publicada no Fórum Aberto de Doenças Infecciosas da Universidade de Oxford, nesta terça-feira, 6. Mais detalhes sobre o estudo neste link.

Segundo a pesquisa, a utilização do medicamento possibilita a recuperação clínica favorável do paciente e reduz a hospitalização. Atualmente, a OMS recomenda o uso de ivermectina apenas em ensaios clínicos.

O documento é assinado por dez cientistas das seguintes instituições acadêmicas:
-Universidade de Liverpool
-University Hospital of Wales
-University College London Hospital
-Chelsea and Westminster Hospital
-Imperial College e University of Oxford.

Com informações da Revista Oeste.

Leia Mais
+Duas doses de vacinas da AstraZeneca ou Pfizer geram resposta imune contra variante indiana, diz estudo